Pretas por Salvador é uma candidatura de mulher lésbica (Laina Crisóstomo) e Bissexual (Gleide Davis) em defesa das LGBTQIA+s (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Trans, Queer, Intersex, Assexuades, Não Binários, Pansexuais e mais).

Acreditamos em uma sociedade livre de preconceitos e construímos cotidianamente nosso direito de amar e de sermos amadas, de viver nossos desejos e prazeres, quaisquer que seja nossa orientação sexual ou identidade de gênero.

Graças à luta permanente dos movimentos sociais, tivemos muitas conquistas nas últimas décadas, garantindo mais visibilidade na sociedade e mais direitos.

Contudo, o Brasil continua cruel, violento e excludente com pessoas LGBTQIAP+s. Somos o país que mais mata travestis e transexuais no mundo, de acordo com dados da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA).

Além disso, sabemos como é mais difícil para a população LGBTQIAP+s conseguir se manter no mercado de trabalho. A discriminação excluí muitas de nós, nos jogando para a informalidade e precariedade.

Precisamos urgentemente mudar essa realidade!

Conheça nossas propostas:

- Vai ter gênero nas escolas! Vamos retomar o debate do Plano Municipal de Educação, em diálogo com educadores, sindicatos, familiares e demais representantes da sociedade para mostrar a importância de uma educação com perspectiva de gênero.

- Edital para apoio à produção cultural LGBTQIAP+s – Somos uma cidade criativa, com uma forte cena artística LGBTQIAP+s. Precisamos dar subsídios para que a arte se desenvolva cada vez mais!

- Criação de programa de qualificação profissional e geração de emprego e renda para a comunidade LGBTQIAP+s

- Que seja acessível às lésbicas que desejam ser mães a inseminação artificial pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a exemplo do Programa de Reprodução Humana do HMIB, o Hospital Materno Infantil de Brasília.

Categorias: Propostas